Obesidade - Emagrecer com saúde é possível!

Balão intragástrico

Uma alternativa segura e eficaz para a redução de peso.

A obesidade continua apesar de todos os esforços, apresentando uma prevalência crescente, estimando-se que mais da metade da população brasileira está acima do peso, o que está diretamente ligado ao aumento da incidência de comorbidades, como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, síndrome metabólica, coronariopatias, acidentes vasculares cerebrais, entre outras.

A obesidade é uma doença crônica multifatorial e metabólica, agravada pela exposição a situações ambientes, sociais, econômicas e ao sedentarismo, sendo necessária uma abordagem multidisciplinar para o seu tratamento, incluindo o uso de medicamentos, a reeducação alimentar, a prática de exercícios físicos e o apoio psicológico para promover mudança comportamental. Ainda assim, há um grupo grande de pacientes que não respondem ao tratamento clínico-medicamentoso convencional e que precisam de métodos adicionais como as cirurgias bariátricas de redução do estômago, porém uma parte destes indivíduos não aceitam ou não tem indicação de tratamento cirúrgico. Para estes pacientes, o uso de dispositivos que ocupam espaço no estômago, como o balão intragástrico colocado por endoscopia, tem sido mais atrativo.

O balão intragástrico é feito de silicone e seu implante, assim como sua retirada, se faz através de endoscopia digestiva por médico Especialista em Endoscopia, sem necessidade de cirurgia. Ele é insuflado com solução fisiológica estéril para preencher a câmara gástrica, promovendo a sensação de saciedade, ou seja, o paciente se sente mais satisfeito comendo menos, já que parte do seu estômago estará preenchido pelo balão. Sua indicação é para pacientes com índice de massa corporal (IMC) a partir de 27. Estes pacientes encontram nessa técnica uma forma de controlar seu apetite e diminuir o volume de alimento ingerido que juntamente com a mudança de hábitos alimentares influencia positivamente em fatores envolvidos no mecanismo de fome e saciedade.

A perda de peso com o balão pode significar o estímulo ou alavanca para que o paciente possa motivar-se a mudar hábitos de vida, incorporando a atividade física em sua rotina e mantendo o cuidado com a alimentação, mesmo após a retirada do balão, obtendo a manutenção da perda de peso em longo prazo, ganhando saúde e qualidade de vida, com a diminuição dos riscos cardiovasculares e das comorbidades.

O Balão intragástrico, assim como as promissoras técnicas de endosutura gástrica e aplicação endoscópica de argon plasma nos pacientes com reganho de peso pós-cirurgia bariátrica, representa a grande contribuição que o Especialista em Endoscopia pode dar aos pacientes que necessitam perder peso e ganhar saúde.

Ver perfil

Matéria Por

Harley Pandolfi Junior

Cirurgia Geral

CRM/TO 1240 | RQE 1054 RQE 1074 | RQE 470 | Palmas

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS