ODONTOPEDIATRIA

Prevenção que vem do berço


???Prevenir é melhor que remediar.??? O ditado popular é a máxima de um ramo da odontologia desen-volvida no Brasil nos últimos 20 anos: a odontopediatria, ou mais popularmente chamada de odonto-logia para bebês. Rituais simples como a limpeza de gengivas e dentes e a mudança de alguns hábitos nocivos como o de dar mamadeira à noite são suficientes para que a criança não tenha cáries.

A cárie é uma doença causada por uma bactéria (Streptococus mutans) transmissível pela saliva. ???Por isso é fundamental que não só os pais, mas também quem cuida da criança tenha uma boa saúde bucal???.

O trabalho do odontopediatra envolve uma boa dose de psicologia, pois muitas vezes é preciso mudar costumes da família: ???Trabalhamos com a educação familiar. ?? preciso orientar os pais e cuidadores das crianças, mas com cuidado. Quando se impõe muitas regras, as pessoas tendem a fugir. O melhor é tentar adequar o costume da família aos hábitos saudáveis???, diz a profissional.

A avaliação de risco, normal-mente, é feita na primeira consulta. A freqüência e o tipo da alimentação são importantes, assim como os cuidadores com a higiene bucal da criança e dos pais.

As dentistas alertam ainda que, ao contrário da crença popular, dentes de leite possuem raiz. ???Quando eles caem, as raízes já foram reabsorvidas. Mas tem criança de apenas dois anos que precisa de tratamento de canal???. Outros motivo para cuidar bem dos primeiros dentinhos é que sua perda precoce provoca falta de espaço para os permanentes. Além disso, a odontologia preventiva é muito mais barata que um tratamento dentário.

Dentinhos Saudáveis
??? Ainda na gravidez é possível iniciar os cuidados. O paladar do bebê começa a ser formado ainda durante a gestação, por isso deve-se evitar o consumo exagerado de doces nessa fase, para não influenciá-lo.
??? A higiene pode começar a ser feita ainda nos primeiros dias de vida. Com uma fralda de pano ou gaze umedecida em água filtrada ou fervida, limpe, delicadamente, gengivas, bochechas e a ponta da língua do bebê. O banho é um bom momento para isso. Essa massagem estimula a erupção dos dentes e cria o hábito da limpeza.
??? Com o nascimento dos primeiros dentinhos, a rotina deve ser ampliada: sempre que alimentar o bebê, faça a higiene. Gaze ou fraldinha podem continuar a ser usadas. Há também uma dedeira de silicone com cerdas macias que tem a função de proteger os dedos das mordidas dos pequenos.
??? A limpeza é essencial depois da última mamada. O leite ???azedo??? na boca da criança e, quanto mais tempo fica em contato com os dentes, maior o risco de provocar cáries. ?? noite, a quantidade de saliva (protetor natural diminui).
??? Lembre-se: a amamentação não é boa apenas para dar imunidade ao bebê, mas também para estimular o crescimento dos ossos da face.
??? Se o bebê respira pela boca, comunique ao pediatra para que ele possa resolver o problema. Essa é uma das causas de estreitamento da arcada dentária.
??? Além de criar o hábito no bebê, deixa que ele veja os pais escovando os dentes. Crianças pequenas adoram imitar os adultos.
??? Evite dar chupeta ao bebê. Se não for possível, opte pela ortodôntica e respeite o tamanho indicado para cada idade. Procure oferecê-la apenas em momentos de ansiedade ou tensão para o bebê (como os de cólica). O bico de mamadeira também deve ser o ortodôntico. Procure tirar chupeta e mamadeira, no máximo até os dois anos.
??? Pelo menos no primeiro ano, não dê alimentos açucarados. O paladar do bebê ainda está em formação e quanto menos doce nessa fase, menor a chance dele gostar de açúcar mais tarde.
??? Somente após os 6 anos é que se deve usar cremes dentais infantis com flúor. E apenas após os 12 dá para usar as pastas de adulto.


NUNCA:
- Beije a boca do bebê
- Compartilhe talheres
- Esfrie a comida assoprando
- Limpe a chupeta na boca
- Jamais coloque mel ou outros alimentos açucarados para a criança ???pegar??? a chupeta

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS