Você possui uma ferida que não cicatriza?

ESPECIAL CAPA

Você possui uma ferida que não cicatriza?

Laserterapia para tratamento de feridas. Tecnologias em prol do seu bem estar. As feridas crônicas são lesões complexas e de difícil tratamento e podem levar anos para cicatrizar. Muitas das vezes os tratamentos convencionais acabam prolongando o tempo de cicatrização destes tipos de lesões, o que ocasionam altos custos para os tratamentos, além disso, a qualidade de vida dos pacientes acometidos por estas feridas é extremamente comprometida pela dor, dificuldade de locomoção, processo infeccioso crônico, mau cheiro, uso de medicamentos prolongados e a condição psicológica. A Laserterapia (Laser em Baixa Intensidade) é uma técnica indolor que consiste na doação de energia luminosa para o tecido lesionado. Esta terapia tem sido utilizada nas diversas áreas da saúde e tem como ação acelerar a cicatrização tecidual, modular a inflamação, promover analgesia e reduzir o edema (inchaço). Estes efeitos estão associados com a estimulação da microcirculação, efeitos anti- oxidantes e reativação do potencial respiratório celular promovidos pela radiação Laser em Baixa Intensidade. Devido a estas ações específicas, o Laser tem se caracterizado um poderoso anti-inflamatório, cujas vantagens sobre os medicamentos convencionais são inúmeras, principalmente pela ausência de efeitos colaterais, ação local específica, baixo custo e grande aceitabilidade por parte dos pacientes. O tratamento é um método rápido e eficaz, que é realizado por um profissional especialista em lesões e Laserterapeuta. Após uma avaliação clínica especializada, um plano terapêutico individualizado é determinado para o tratamento com curativos e Laser. A Laserterapia pode ser associado a qualquer outro método de tratamento. O número de sessões é variável de acordo com o tipo e tamanho da ferida e as sessões podem ser diariamente ou com frequência de 2 a 3 vezes por semana.

As principais indicações clínicas são:
• Feridas Traumáticas;
• Feridas Infectadas;
• Úlceras Diabéticas (Pé Neuropático);
• Úlceras Vasculares (Arteriais e Venosas);
• Lesões Por Pressão;
• Fissuras de Amamentação;
• Fasceíte Plantar;
• Síndrome de Fournier;
• Queimaduras;
• Radiodermites;
• Deiscências Cirúrgicas;
• Pós Operatórios de Cisto Pilonidal, Cirurgias Ortopédicas, Cirurgias Plásticas, Cirurgias Cardíaca, Cirurgias Cesárias, entre outras.

Além do tratamento local, a Laserterapia também se aplica de forma sistêmica através da técnica ILIB. A Laserterapia Sistêmica é uma modalidade terapêutica realizada com Laser de Baixa Potência com o intuito de promover efeitos benéficos a todo o corpo. A Laserterapia Sistêmica, denominada técnica ILIB (Intravascular Laser Irradiation of Blood) que iniciou na década de 70 na Rússia, é aplicada sobre a pele no pulso, na região da artéria radial, de forma não invasiva. O ILIB é um tratamento sistêmico que age a nível celular, melhorando a oxigenação das células, favorecendo o estado de saúde geral, podendo ser realizada em qualquer pessoa e em qualquer idade. A melhora da imunidade, auxilia nos tratamentos médicos e melhora a qualidade de vida de pacientes com doenças crônicas. O tratamento é realizado por ciclos de 10 sessões de 30 a 45 minutos ininterruptos por seção, sendo o número e o intervalo de ciclos variável. A Laserterapia Sistêmica é uma técnica indolor, sem desconforto e segura (requer apenas o uso de óculos de proteção e pulseira). A técnica possui algumas limitações e contra-indicações que serão avaliadas pelo profissional especialista no momento da consulta.

Efeitos da Laserterapia Sistêmica:
• Ativação do sistema imunológico;
• Melhora do transporte de oxigênio no sangue;
• Regeneração celular;
• Efeito anti-inflamatório.

Indicações:
• Recuperação cirúrgica;
• Stress, insônia, fadiga;
• Complicações diabéticas;
• Asma, bronquite e problemas respiratórios;
• Recuperação de atletas e performance física;
• Artrite, fibromialgia e outras doença inflamatórias;
• Doenças cardiovasculares;
• Acidente Vascular Cerebral (AVC ou AVE);
• Pacientes Anêmicos;
• Entre outras diversas patologias crônicas e agudas.

O ILIB promove ação anti-oxidante, ou seja, evita a formação de Radicais Livres inibindo que as células de todo o corpo sejam lesadas por esta alteração celular que podem vir a desenvolver diversas doenças. Esta técnica de tratamento, não possui efeitos colaterais e os resultados são muito relevantes em pouco tempo de tratamento. Faça contato conosco e saiba mais detalhes. Temos uma equipe especializada para lhe atender.

Matéria Por

André Lopes

Enfermagem

COREN 289645 | Macaé

Matéria Por

Lourdes Medeiros

Enfermagem

COREN-RJ 532.481 | Macaé

Deixar Comentário