Ressonância Magnética (MRI)

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

Ressonância Magnética (MRI)

O que é a ressonância magnética?

A ressonância magnética (MRI) é uma ferramenta de diagnóstico que cria imagens transversais de seus órgãos internos usando ondas de rádio e um poderoso campo magnético. Os dados são então enviados para um computador, onde são compilados em imagens transversais do seu corpo - literalmente fatias que permitem ao seu médico examinar seu corpo em grande detalhe. Embora os raios X sejam usados principalmente para tirar “foto“ de ossos e outras estruturas duras, as ressonâncias magnéticas podem ser usadas para examinar tecidos moles, como ligamentos, tendões, cartilagens, olhos e orelhas.

Quando é solicitada?

As ressonâncias magnéticas são solicitadas para diagnosticar uma ampla gama de problemas de saúde, como doença hepática, doença inflamatória intestinal, doença cardíaca congênita e vasos sanguíneos mal formados. Elas também são usadas para localizar e avaliar tumores.

Alguns dos exames de ressonância magnética mais utilizados são:

Ressonância magnética de coluna

Os exames de ressonância magnética são usados para avaliar lesões na coluna vertebral e diagnosticar o diagnóstico de dor nas costas. Eles também são usados antes de uma cirurgia nas costas, para ajudar os médicos a planejar sua operação e procurar por tumores.

Ressonância magnética de crânio

Exame de ressonância magnética examina seu cérebro e os nervos internos. Eles são usados para diagnosticar uma ampla gama de condições, como danos causados por aneurismas, acidentes vasculares cerebrais, abcessos cerebrais e tumores cerebrais ou distúrbios oculares e auditivos.

Ressonância magnética de pescoço

Exame de Ressonância Magnética de pescoço examina as veias, artérias, músculos e ligamentos em seu pescoço, assim como sua coluna cervical. Eles são mais freqüentemente usados para verificar lesões no pescoço, hérnia de disco, anormalidades ósseas, esclerose múltipla e aneurismas arteriais e aórticos.

Ressonância magnética de corpo inteiro

Exames de ressonância magnética examinam todas as estruturas do seu corpo da cabeça aos pés, procurando evidências de lesão ou doença. Pode ser usado para avaliar a saúde geral de um paciente ou acompanhar o progresso de condições crônicas de saúde, como câncer.

O que acontece durante um procedimento de ressonância magnética?

Ao chegar no centro diagnóstico de ressonância magnética, você será levado para a sala de exame e convidado a se deitar em uma cama almofadada que o guiará para a máquina de ressonância magnética. Devido ao fato de uma pequena quantidade de movimento poder prejudicar a imagem, você terá que ficar muito quieto durante o procedimento. Felizmente, leva apenas alguns minutos (15 a 40 min) para uma máquina de ressonância magnética analisar o seu corpo. Você ouvirá barulhos altos de batidas e zumbidos enquanto as “fotos” estão sendo tiradas. Se o ruído for desagradável, você pode usar protetores de ouvido e/ou ouvir música. Quando o teste terminar, suas imagens poderão ser enviadas para o seu médico de referência, ou você mesmo pode retirá-las alguns dias depois, para que vocês dois possam marcar um consultar e discutirem sobre elas.

O que é uma ressonância magnética aberta?

Uma ressonância magnética aberta é uma máquina de ressonância magnética especializada que permite que os pacientes se deitem em uma cama aberta em vez de deslizar para dentro de um tubo fechado. Eles também são úteis para pacientes cujo peso ou altura dificultam a varredura por uma ressonância magnética convencional e para pacientes que se sentem ansiosos quando colocados em espaços apertados.

Quais são os benefícios e riscos?

As ressonâncias magnéticas permitem que os médicos examinem órgãos internos que são difíceis de ver com outros exames diagnósticos. Eles são indolores e não têm efeitos colaterais.

Matéria Por

Paulo Rogério Novack

Diagnóstico por Imagem

CRM/SC 24317 RQE 15496 | Joinville

Matéria Por

José Luiz Hanemann de Campos

Diagnóstico por Imagem

CRM/SC 3333 RQE 14315 | Joinville

Deixar Comentário