ESPECIAL CAPA

Biópsia Prostática guiada por Ultrassom com fusão de imagens com Ressonância Magnética Multiparamétrica. Tecnologia de ponta no diagnóstico do Câncer de Próstata.

O câncer de próstata é a neoplasia não cutânea mais comum do homem e a segunda maior causa de morte relacionada ao câncer na população masculina. Cerca de 1 em cada 6 homens desenvolverá a doença, mas apenas uma pequena proporção dos cânceres de próstata são letais. A maioria dos pacientes é assintomática no momento do diagnóstico, sendo diagnosticados apenas através de rastreamento do câncer de próstata por meio da realização de exames de rotina (geralmente toque retal e dosagem de PSA).

O diagnóstico de câncer de próstata é feito pela biópsia da glândula guiada por ultrassom, que deve ser solicitada quando há aumento do valor do PSA e/ou alteração do toque retal. A biópsia não é um método perfeito e, em alguns casos, ela pode não conseguir atingir o tumor. Existem casos em que há câncer de próstata e a biópsia, apenas guiada por ultrassom, não consegue colher material da área doente dificultando o diagnóstico do câncer. O exame de ultrassom, usado para guiar a biópsia, tem certa limitação na detecção precisa de todas as áreas suspeitas para o câncer de próstata.

O método de imagem com maior sensibilidade de identificar áreas suspeitas é a Ressonância Nuclear Magnética Multiparamétrica de Próstata, com valores estimados na literatura de 74% de sensibilidade e 88% de especificidade, demonstrados em metanálise. Mas, devido o campo magnético, gerado, atualmente, não é viável realizar biópsias guiadas pela ressonância. A biópsia Prostática guiada por Ultrassom com fusão de imagens com Ressonância Magnética Multiparamétrica (USTR/mpRNM) é uma nova tecnologia de ponta que une as melhores qualidades dos métodos de Ultrassom e Ressonância Magnética, no diagnóstico preciso do Câncer de próstata.

Este método sobrepõe as imagens de ressonância magnética às imagens do Ultrassom Transretal em tempo real, no momento da realização da biópsia prostática, aumentando a precisão e acurácia do método, reduzindo significativamente a ocorrência de falsos negativos no resultado anatomopatológico. Tal modalidade, apresenta, hoje, a melhor relação de custo/ efetividade para tal finalidade ² ³. Com grande satisfação, disponibilizamos este novíssimo método diagnóstico de ponta para a comunidade de Foz do Iguaçu e Região, na Clínica Vitaimagem do Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

Ver perfil

Matéria Por

Jarbas Siqueira Paranhos

Diagnóstico por Imagem

CRM/PR 23073 | RQE 15203 | Foz do Iguaçu

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS