Utilização do BCAA na atividade física

NUTRIÇÃO

Utilização do BCAA na atividade física

Para potencializar os treinos, atletas e praticantes de atividades físicas buscam utilizar de todos os recursos que os suplementos nutricionais possam beneficiar na atividade, para que possam, com a suplementação e o treinamento alcançar o mais rápido possível o seu objetivo e o BCAA é de especial interesse para os esportistas, fisiculturistas, praticantes de atividades físicas em geral, porque são metabolizados nos músculos. Portanto, vamos explicar o que é este suplemento! O BCAAs é formado por 3 aminoácidos essenciais, ou seja, não são produzidos pelo organismo, sendo eles: A L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina. Estes conjuntos de aminoácidos são usados para produzir energia ou para construir novas proteínas.

Durante os exercícios com pesos ou que exigem grande esforço físico, o corpo entra em estado catabólico (o catabolismo muscular é um processo onde existe um desgaste energético muscular, ou seja, uma degradação da massa muscular) e se o organismo não tiver os nutrientes necessários para se abastecer durante o treino, ele passa a retirar os aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda do corpo por energia e o resultado disso é a perda de massa muscular. O BCAA estimula a produção de insulina, que é um hormônio altamente anabólico, e que com sua elevação, propicia uma ótima absorção dos aminoácidos e outros nutrientes, servindo de matéria- prima na construção dos músculos, e permite uma maior entrada de glicose nas células, dando mais energia durante os treinos.

O dano muscular tem como característica principal a ruptura das fibras musculares. Através da atividade física intensa e consequente contrações musculares, podem ocorrer microlesões nestas fibras que, dependendo da intensidade, comprimento, volume e gravidade destas, o desconforto pode ser agravado. Como consequência funcional do dano muscular, podemos destacar a diminuição temporária da força, aumento da tensão muscular passiva, dores e, em alguns casos, edema. Quanto mais BCAAs tiverem nos seus músculos, mais lentamente irão as células musculares degradar fibra muscular. O estímulo anabólico provocado pelo seu treino permanece o mesmo, mas sofre-se menos degradação muscular, de maneira que poderá desenvolver mais massa muscular.

Tomar 5 gramas de BCAAs durante o treino poderá prevenir a velha dor muscular após o treino, o que permitirá que você se recupere mais rápido (e poderá treinar novamente mais cedo). Na presença de uma grande quantidade de BCAAs, as fibras musculares danificadas pelo treino, serão reconstruídas de maneira mais rápida, aumentando a recuperação muscular e restabelecendo os níveis de força mais cedo. O BCAA também pode ser ingerido antes do treino para aumentar o rendimento do treino, depois do treino para interromper o catabolismo gerado pelo treino e durante o dia para diminuir ao máximo a perda de massa. BCAA não engorda pois são aminoácidos responsáveis pela construção muscular e não contém calorias, nem tão pouco carboidratos em sua composição que são responsáveis para ganho calórico.

Sendo o BCAA um conjunto de três aminoácidos que auxilia na recuperação muscular e definição utilizado com um treino adequado e uma alimentação balanceada pode auxiliar no emagrecimento, porém utilizado sozinho não pode ser designado como um suplemento emagrecedor.

Ver perfil

Matéria Por

VANESSA MARA LODI

Nutricionista

CRN 102310 | Florianópolis

Deixar Comentário