O que é hipertrofia muscular?

NUTROLOGIA

O que é hipertrofia muscular?

A hipertrofia muscular é uma resposta fisiológica caracterizada pelo aumento do volume dos músculos decorrentes de estímulos gerados pelo exercício físico. Esta resposta é uma adaptação ao estresse decorrente do aumento de tensão e/ou ph gerados no tecido muscular. A musculação é a forma mais eficiente de obter hipertrofia muscular. A hipertrofia não se deve somente à musculação. Se deve, primeiramente, pela genética do indivíduo. Com um bom exame físico e pela bioimpedanciometria podemos avaliar o tipo de fibra muscular predominante no paciente. Isso pode nos mostrar se o paciente tem predominância de fibras de forças ou de energia, sendo que as de forças são mais propícias a hipertrofiar.

Porém, com mudanças hormonais e metabólicas, essa predominância genética pode ser alterada pelos treinos e por equilíbrio hormonal adequado. É necessária dieta e suplementação adequada para suprir a perda de energia e possibilitar a construção do músculo, com as quantidades adequadas de carboidratos e proteínas necessários para cada taxa metabólica basal do paciente. Uma dieta inapropriada acompanhada de musculação pode resultar em perda de conteúdo proteico no tecido muscular, pois o corpo utilizará as proteínas dos músculos para suprir as demandas energéticas.

Por isso, a necessidade de uma dieta adequada de carboidratos e proteínas, além de suplementos vitamínicos e minerais para melhora da performance e rendimento do paciente Ingerir menos calorias do que as necessidades diárias é muito comum principalmente no público feminino que tem o receio de engordar. Mas, veja bem, para hipertrofiar os músculos, é preciso ingerir mais calorias do que se gasta, incluindo proteínas de boa qualidade, carboidratos integrais, gorduras boas, mas em doses certas!!! Caso contrário, poderá haver perda de massa muscular.

O sono também é muito importante, pois é durante ele que ocorre a hipertrofia muscular. Durante este período, ocorre maior liberação de hormônios anabolizantes e, assim, os músculos se regeneram (cicatrizam) dos esforços submetidos nos treinos. Por isso, “virar noites” atrapalha completamente o processo de hipertrofia muscular!!! Já durante o treino, o músculo que está sendo solicitado é degradado pelos esforços, mas aumenta de tamanho (incha), devido ao fluxo sanguíneo que se dirige para o mesmo. A água - hidratação - não pode ser esquecida.

Mais de 70% do nosso corpo é água e, se você está desidratado, seus músculos não crescem. Após treinos longos e intensos, é necessário repor não só água, mas também os sais minerais e os carboidratos perdidos. Com uma genética favorável, alimentação equilibrada, hidratação apropriada, sono restaurador, e principalmente equilíbrio mental e hormonal podemos ter bons resultados de hipertrofia muscular.

E quando necessário o uso de suplementos bem indicados como Whey Protein ou proteína isolada, Aminoácidos de cadeia ramificada – BCAA, Creatina, Glutamina, Waxi Maize, entre outros indicados pelo médico nutrólogo ajudam no resultado do paciente. Com uma genética favorável, alimentação equilibrada, hidratação apropriada, sono restaurador e, principalmente, equilíbrio mental e hormonal podemos ter bons resultados de hipertrofia muscular.

 

Ver perfil

Matéria Por

Gabriela Coutinho

Nutrologia

CRM/MT 5862 | RQE: 3046 | Cuiabá

Deixar Comentário

Outras matérias desse profissional