Tecnologia e Humanização

Tecnologia e Humanização

Nas últimas décadas observamos avanços expressivos na urologia. Como exemplo podemos citar os benefícios trazidos pela dosagem sanguínea do PSA, possibilitando diagnóstico precoce do câncer de próstata bem como tratamentos cada vez menos invasivos. Com relação às técnicas cirúrgicas também vivemos uma época de grande aprimoramento tecnológico. Hoje, as cirurgias minimamente invasivas, laparoscópicas, robóticas e uso do laser são realidade no cotidiano do urologista.

Mas será que todo o aparato tecnológico disponibilizado à medicina pode torná-la menos humanizada? Para combater tal pressuposto existe uma ferramenta importante que alia os avanços da tecnologia à humanização: a Medicina Personalizada. Esse conceito começou a ganhar importância na última década com os avanços da biologia molecular que possibilitou o sequenciamento genético completo, como realizado pelo Projeto Genoma. Além disso, novas aplicações como a fármaco-genética e imuno-oncologia permitiram individualizar os tratamentos para cada paciente com um resultado extremamente positivo nas taxas de cura de diversas patologias, assim como redução dos efeitos adversos dos tratamentos.

Por fim, outro aspecto fundamental para a humanização do atendimento é o tratamento no contexto multidisciplinar, pois cada pessoa possui características próprias, seja no aspecto biológico, psicológico, social ou espiritual. E a capacidade de identificar e tratar cada uma dessas necessidades é o que mais aproxima a medicina atual da verdadeira arte médica: cuidar do próximo com amor e zelo, utilizando a tecnologia disponível de forma individualizada.

Ver perfil

Matéria Por

MURILO FERREIRA DE ANDRADE

Cirurgia Geral

CRM/SP 116423 | RQE 31791 | RQE 33267 | Ribeirão Preto

Deixar Comentário