OTORRINOLARINGOLOGIA

Rinoplastia

O equilíbrio estético entre o nariz e a face deve ser estudado pelo cirurgião a fim de preservar a naturalidade e autenticidade dessa face. Cada caso é planejado minuciosamente, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível, dentro das exigências da face e das limitações anatômicas. Quando o desejo do paciente coincide com o nariz cirurgicamente planejado, sem dúvida a aceitação do resultado é obtida. Cirurgião e paciente deverão estar de acordo com o resultado possível de se obter e devemos orientar aqueles pacientes que pretendem uma determinada forma de nariz que existe um ideal de beleza perfeito e personalizado para cada rosto. Aplicativos de imagem pré cirúrgica auxiliam o paciente a visualizar os procedimentos que serão realizados em sua cirurgia e possíveis resultados finais. Dessa forma a comunicação entre o cirurgião e o paciente é facilitada visando buscar a satisfação de ambos os lados.

Na maioria das vezes as cicatrizes não são aparentes, pois elas ficam escondidas dentro da cavidade nasal. O edema (inchaço) que é visível após a retirada da imobilização (que ocorre geralmente em torno do 7º dia de pós-operatório), vai diminuindo com o passar dos dias. O importante é esclarecer que as funções respiratórias deverão ser preservadas após a rinoplastia.

Quando o paciente apresenta dificuldade respiratória devido a algum problema intranasal (ex.: desvio de septo nasal), este também poderá ser corrigido no mesmo ato operatório. Neste caso, a dificuldade respiratória no pós-operatório será um pouco mais longa (algumas semanas), mas tende a normalizar-se com o decorrer do tempo.

Utilizamos tanto a anestesia local quanto a geral ou a associada. Ficará a critério do cirurgião e paciente decidirem qual o mais indicado em cada caso. A dor é algo muito raro no pós- -operatório de uma rinoplastia e geralmente o paciente retorna para casa no mesmo dia.

Até que se atinja o resultado almejado, diversas fases evolutivas são características deste tipo de cirurgia. Edemas (inchaço), “manchas” de infiltrado sanguíneo, dificuldade respiratória nos primeiros dias, são comuns a todos.

Dê tempo ao tempo, que seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos do pós operatório e a boa autoestima da nova aparência fará valer tudo !

Ver perfil

Matéria Por

Luiz Henrique Vaz

Otorrinolaringologia

CRM/SC 9921 | RQE 4323 | Balneário Camboriú

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS