Dor na mama

GINECOLOGIA

Dor na mama

Mastalgia ou dor mamária é um dos sintomas mais comuns em mulheres, podendo ser desde um leve desconforto, até uma dor severa que interfere na qualidade de vida da mulher (MENKE&DELAZERI,2009). É classificada como cíclica, quando está relacionada ao período menstrual, não cíclica quando não há relação com a menstruação, e extramamária quando a causa da dor geralmente é muscular(- MENKE&DELAZERI,2009). É um sintoma de grande importância na prática médica, pois causa grande ansiedade e preocupação às mulheres já que o diagnóstico de câncer mamário deve ser excluído, uma vez que estatísticamente, em 10% dos casos de câncer de mama haverá a queixa de dor não cíclica (VARGAS&BAÚ&VARGAS,2009).

Dor cíclica

Geralmente acompanhada de inchaço, aparece na segunda metade do período menstrual, tipicamente em mulheres de 30 a 40 anos. Localizada na parede lateral superior da mama com irradiação para axila e braço, normalmente bilateral, podendo a dor ser mais intensa em uma delas. Desaparece na gravidez e na menopausa, e responde bem a tratamento clínico.

Dor não cíclica

A dor que não está associada ao ciclo menstrual. É menos comum, e representa 30% dos casos de dor na mama. Tende a ser unilateral , Dor na mama Mastalgia ou dor mamária é um dos sintomas mais comuns em mulheres, podendo ser desde um leve desconforto, até uma dor severa que interfere na qualidade de vida da mulher (MENKE&DELAZERI,2009). em mulheres na quarta e quinta década de vida. Causas mais anatômicas do que hormonais.

Extramamária

A dor é referida na mama, mas a causa não está na mama. Pode ser por mialgia, lesões musculares, neuralgias, dores ósseas e articulares (MENKE&DELAZERI,2009). Além da história clínica buscando identificar a relação com o ciclo menstrual, atividade física, uso de medicamentos e hormônios do tipo anticoncepcionais, exames como a ecografia e a mamografia serão usados para afastar a principal preocupação das pacientes que consultam por este sintoma : o medo do câncer de mama. Reforça-se a importância de investigar mulheres jovens com sintomas mamários (VARGAS&BAÚ&VARGAS, 2009). Excluir o câncer, orientar e tranqüilizar o máximo(MENKE & DELAZERI,2009).

Ver perfil

Matéria Por

Carlos Calixto

Ginecologia e Obstetrícia

CRM/PR: 7585 | RQE: 6511 | Umuarama

Deixar Comentário

Outras matérias desse profissional