ORTOPEDIA

Sutura ou Reparo Meniscal

Para a realização da sutura as lesões devem obrigatoriamente estar localizadas na periferia do menisco, isto é, até a zona vermelho-branca (área vascularizada do menisco).Os meniscos são estruturas semilunares de fibrocartilagem, em cada joelho existem dois deles interpostos entre os dois maiores ossos do nosso corpo, o fêmur e a tíbia. São importantes, pois funcionam como um amortecedor natural do joelho, diminuindo o impacto e melhorando o encaixe entre os ossos. Na sua falta, ocorre um desequilíbrio de pressões dentro do joelho, levando a uma doença chamada “Artrose”, uma das causas mais frequentes de dor crônica na atualidade.

O que é a sutura meniscal? E quais as suas vantagens?

É uma técnica que visa a realização de um ou mais “pontos” no menisco, de forma que a maior parte ou a totalidade do menisco seja preservado, não expondo assim a articulação a uma pressão anormal, o que em longo prazo evita o desenvolvimento da artrose ou de lesões condrais. A meniscectomia parcial, ou seja, a remoção de 15% a 34% de um menisco pode aumentar a pressão de contato em mais de 350%, de modo que mesmo uma remoção parcial de um menisco pode alterar de modo significante a biomecânica articular.

Como a cirurgia é realizada?

A técnica é realizada por artroscopia, isto é, um procedimento cirúrgico minimamente invasivo utilizado para diagnosticar e tratar doenças com uma maior precisão através de um sistema óptico introduzido no joelho. Ela permite ao médico ver o interior da articulação e os seus vários elementos. A lesão do menisco é identificada, classificada e a sutura é realizada sempre que possível. Para a realização da sutura, as lesões devem obrigatoriamente estar localizadas na periferia do menisco, isto é, até a zona vermelho-branca (área vascularizada do menisco). O tamanho e a configuração das lesões também são levados em conta. As rupturas agudas possuem maior índice de cicatrização do que as crônicas.

E após a cirurgia?

O paciente precisará realizar a fisioterapia e fazer uso de um par de muletas por um período de seis semanas.

Ver perfil

Matéria Por

André Ogasawara

Ortopedia e Traumatologia

CRM/PR: 31359 | RQE: 3026 | TEOT: 11413 | Umuarama

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS