Sculptra Corporal: uma excelente abordagem não cirúrgica para flacidez corporal

O tratamento da flacidez cutânea corporal constitui grande desafio, pois poucos são os procedimentos destinados a melhorá-la. O acido poli-L-lático (Sculptra) é polímero sintético injetável da família dos alfa-hidroxiácidos, cuja injeção na derme profunda ou hipoderme superficial induz reação local e gradual, com síntese de novo colágeno pelos fibroblastos e, consequentemente, aumento da espessura da pele.

A melhora do envelhecimento cutâneo através de procedimentos não cirúrgicos vem ganhando maior número de adeptos ao longo dos anos. Esse tratamento torna-se possível combater a flacidez em diferentes partes do corpo, sendo a face uma técnica já consagrada e, nos últimos anos, tem se mostrado excelente para outras áreas do corpo, como face interna dos braços, abdome, coxas e glúteos.

Braços: Técnica para a parte interna dos braços, região medial e anterior, sendo aplicado na derme profunda, ocorrendo melhora do enrugamento e flacidez da pele destas regiões que, até pouco tempo atrás, só tinha como recurso a cirurgia plástica.

Abdômen: Na área do abdômen também é indicado para deixar a pele mais firme, tratando a flacidez, especialmente em pós-parto, ou após lipoaspiração que eventualmente pode deixar o chamado “umbigo triste”.

Coxa: Melhora a flacidez e a aparência da pele, ficando mais lisa e com melhor turgor. Tem boa resposta para celulites e estrias.

Glúteos: Quando injetado nessa área, o acido polilático (Sculptra) desempenha uma função de preenchimento nos pontos de depressão causado pela celulite, melhorando a volumização e podendo aumentar o ângulo formado sobre a dobra glútea. O produto age profundamente na pele, estimulando a produção de colágeno novo e reorganizando as fibras de colágeno já existentes.

É importante lembrar que, assim como outros tratamentos, o Sculptra só deve ser aplicado por um médico dermatologista ou cirurgião plástico, pois irá fazer o planejamento das áreas a serem aplicadas. Converse com seu médico dermatologista para que ele possa fazer uma avaliação e traçar um plano de tratamento.

Ver perfil

Matéria Por

Paulo José Filho

Dermatologia

CRM/RO 4288 | RQE 1069 | Porto Velho

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS