Doutor, o meu nariz é entupido, o que eu faço?

Doutor, o meu nariz é entupido, o que eu faço?

Doutor, o meu nariz é entupido, o que eu faço?

A obstrução nasal é um sintoma muito frequente, que pode acometer até 70% dos brasileiros. Ela pode ser causada por uma série de doenças e cada uma vai ter um tratamento específico. Portanto, o correto é que você procure o atendimento médico, de preferência com um Otorrinolaringologista, que é o especialista nessa área, para fazer uma avaliação e tratar corretamente o seu problema.

Por que ocorre a obstrução nasal?

O nosso nariz tem a função de atuar como um filtro, para aquecer, umidificar e remover as impurezas, antes do ar entrar nos pulmões. Nós temos uma estrutura no nariz que é chamada de corneto nasal (também chamada popularmente de “cartuchos”). Na verdade são três cornetos em cada narina, sendo o principal o corneto inferior. Eles que ajudam a regular o fluxo nasal. Uma das principais causas de obstrução nasal, são as infecções respiratórias agudas (gripes, resfriados, etc). Nessas infecções, os cornetos ficam inchados e aumenta a produção de muco nasal, levando à obstrução. Na obstrução nasal crônica, quando os sintomas duram semanas ou meses, uma das principais causas são a rinites ou rinossinusites crônicas, especialmente a alérgica. Nelas, também ocorre a inflamação dos cornetos e, com o tempo podem levar a um crescimento exagerado dos mesmos. A obstrução também pode ocorrer devido a um desvio no septo nasal. O septo nasal é uma estrutura formada por osso e cartilagem, que divide os dois lados do nosso nariz, desde a entrada até a rinofaringe, que é onde o nariz se junta com a garganta. A maioria das pessoas possuem um certo grau de desvio, de tortuosidade, no septo. Quando o desvio é muito acentuado, ele acaba também obstruindo o nariz. Uma outra causa frequente, principalmente em crianças, é a hipertrofia (o aumento) da adenoide. Ela é um tecido linfoide, como o das amígdalas, que fica localizado na rinofaringe. Outras causas menos frequentes, são pólipos e tumores na região nasal, que merecem muita atenção.

E têm tratamento para isso?

Cada causa tem um tratamento específico. Nas rinite alérgicas, geralmente, o tratamento medicamentoso com antialérgicos ou com vacinas, é bastante eficaz. Nos casos em que há uma obstrução anatômica, como no caso da hipertrofia dos cornetos, no desvio de septo nasal, na hipertrofia de adenoide, ou na presença de pólipos ou tumores, na grande maioria das vezes há necessidade do tratamento cirúrgico.

Utilizando um descongestionante, não resolve o problema?

Não. Em geral, eles aliviam a obstrução, mas não tratam o problema, então volta tudo de novo. O uso crônico pode levar à dependência, eles mesmos podem gerar uma rinite medicamentosa que causa obstrução nasal, além de uma série de outras complicações como alteração da pressão arterial e arritimias cardíacas. Além do mais, a pessoa pode apenas estar mascarando os sintomas e escondendo uma doença mais grave, como um tumor, por exemplo.

Portanto, ao apresentar o nariz entupido, principalmente quando for um sintoma persistente, não tente resolver por conta própria, procure um especialista e resolva o problema sem colocar sua saúde em risco.

Ver perfil

Matéria Por

Bruno Thieme Lima

Otorrinolaringologia

CRM/RN 8225 | RQE 2111 | Natal

Deixar Comentário