O Avanço Tecnológico Aplicado à Urologia

A odisséia começa e termina diariamente na rotina corriqueira do urologista moderno. A grande maioria dos integrantes dessa geração de cirurgiões ainda não havia nascido quando o primeiro homem pisou na lua, a tecnologia necessária para tão fabulosa conquista era restrita a poucos privilegiados. Atualmente, outras jornadas às profundezas do corpo humano começam e terminam diariamente graças aos mesmos recursos.

O paciente portador de cálculos urinários ou doenças de próstata e uretra se beneficiam de muitos instrumentos baseados em princípios científicos que se dominam atualmente.

Com o tempo, chegou a capacidade de miniaturização de instrumentos e câmeras que, com o auxílio de fibras ópticas, permitiram a exploração de todos os recantos do sistema urinário, diagnóstico endoscópico de patologias, bem como a possibilidade de tratar efetivamente pacientes com cálculos, além de obter fragmentos de tecidos para pesquisa de câncer em várias localizações.A contribuição da física, com formas de energia de vários formatos como eletro-hidráulica, ultrassônica, mecânica e até os diversos tipos de LASERS disponíveis atualmente, permitem que o urologista trate com cirurgias endoscópicas (sem cortes), a grande maioria dos cálculos urinários.

Cálculos renais de maiores proporções, que não podem ser tratados com cirurgias endoscópicas, são retirados por pequena incisão, que dá passagem a um tubo especial, por onde passam instrumentos suficientes para sua fragmentação, aspiração e retirada.

Há também a necessidade de cirurgias para retirada de órgãos ou correção de patologias de diversas origens, nesse campo cresce no Brasil, a cirurgia videolaparoscópica aplicada à urologia. A versão robótica, que acrescenta outros recursos à laparoscopia, permite até que um paciente seja operado à distância, por um cirurgião acoplado à máquina em outra cidade e até em outro continente.

O treinamento do médico que se especializa em urologia nos dias atuais está cada vez mais, na dependência dos recursos tecnológicos que sua escola pode oferecer.

O conhecimento do paciente, acerca das possibilidades de uso desses recursos tecnológicos, para o tratamento de sua patologia, vem acrescentar uma melhoria na qualidade da relação entre o médico e o paciente, contribuindo para a melhor compreensão do tratamento e consequentemente a maior satisfação de todos ao final do processo.

 

Ver perfil

Matéria Por

Felipe Pacheco Ferreira de Melo

Urologia

CRM/RN 3600 | RQE 2041 | Natal

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS