Campeão da Superação

Campeão da Superação

Paixão e superação na história de um campeão macaense.

É comum passarmos por adversidades durante a vida, desde a perda de um emprego, brigas conjugais, doenças, até a morte de um ente querido. Enquanto para algumas pessoas é fácil elaborar, aceitar e superar um momento difícil, para outras, a mesma situação pode ser traumatizante a ponto de impossibilitá-la a seguir sua vida.

Na psicologia, o termo resiliência diz respeito a um processo que permite transformar uma situação traumática numa possibilidade de aprendizagem e crescimento, possibilitando ao sujeito buscar estratégias para superar as adversidades subsequentes. Estudos recentes têm mostrado a correlação entre três fatores que contribuem no desenvolvimento da resiliência: características individuais, aspectos relacionados aos vínculos familiares e ambientes sociais com os quais interagimos. Podemos entendê- la, portanto, como uma construção psíquica, desenvolvida ao longo da vida. Os pais são considerados os primeiros responsáveis no desenvolvimento da resiliência nos filhos. Ensinar à criança desde cedo a seguir regras, ajudá- -la a seguir uma rotina diária, não satisfazer a todas as suas vontades e não superprotegê-la são algumas formas de ajudá-la a desenvolver resiliência. É importante ajudar a criança, desde cedo, a lidar com suas frustrações, mostrando que estas fazem parte da vida.

Aqui em Macaé, merece destaque o caso do adolescente Sillas Andrade Alves, 12 anos de idade, que tem protagonizado uma história bem sucedida de grandes habilidades no esporte Bicicross, representando a cidade de Macaé no cenário nacional e internacional. Tudo começou em setembro de 2015, quando Sillas iniciou no projeto Macaé Pró-Bike. Com pouco tempo de treino, participou de sua primeira corrida de Bicicross, conquistando o 4º lugar. Em seguida, competiu na cidade de Manhuaçu – MG, na última etapa do campeonato mineiro, conquistando o 3º lugar. A paixão pelo esporte cresceu, e Sillas acumulou medalhas e mais medalhas. Foi vice-campeão mineiro com apenas um ano de carreira.

Em setembro de 2016, Sillas foi diagnosticado com um descolamento de retina, proveniente de um tumor na vista esquerda, sendo submetido, às pressas, a uma cirurgia, comprometendo parte de sua visão. Mesmo não recuperando a visão esquerda, não desistiu de voltar às pistas. Em janeiro de 2017, Sillas retornou aos treinos e aprendeu a lidar com suas dificuldades. Segundo ele, a vista direita compensava a visão perdida. Aquilo que parecia um obstáculo, na verdade, se tornou a mola propulsora para uma vida de desafios e conquistas. Em fevereiro de 2017, Sillas participou da primeira competição após a cirurgia, conquistando o 3º lugar no pódio, no Fest verão Macaé. “Esse pódio foi a certeza de que Deus está comigo, me capacitando, me fortalecendo e livrando-me do perigo”, expressou com convicção o esportista. Em março deste ano, conquistou o 3º lugar do campeonato paulista de Bicicross, na cidade de Paulínia – SP. Em abril, na Copa Brasil, na cidade de Indaiatuba – SP, ficou em 5º lugar numa disputa acirrada com os melhores do Brasil e foi vice- campeão da segunda etapa do campeonato mineiro de bicicross na cidade de Varginha – MG. Em maio, embarcou para a Argentina e representou o Estado do Rio de Janeiro no Pan-Americano e no Latino Americano, na cidade de Santiago del Estero, chegando até a semifinal e foi homenageado com o troféu “Campeão da superação” pela Federação Argentina de Bicicross. Em junho, Sillas se consagrou campeão do grande Prêmio Curvelo de BMX, na cidade de Curvelo-MG. Em julho, a grande realização: participou do Campeonato brasileiro de BMX, na cidade de Campo Bom – RS, revelando-se o 7º melhor do Brasil. No mesmo mês, foi submetido a um exame de rotina e diagnosticado com outro tumor na vista, fazendo-se necessário afastar-se das pistas para mais uma intervenção cirúrgica. “Posso até parar, me afastar, mas desistir nunca”, afirmou o campeão. Sillas está sob cuidados médicos, aguardando o tempo de sua recuperação.

Ver perfil

Matéria Por

PATRÍCIA A. MONTEIRO

Psicologia

CRP: 05/38030 | Macaé

Deixar Comentário