Alopecia Androgenética Feminina

TERAPIA CAPILAR

Alopecia Androgenética Feminina

Os procedimentos realizados na terapia capilar são fundamentais para a melhora do quadro. Cada caso exige um tipo de abordagem, e cada paciente necessita um plano de tratamento personalizado. Você sabe qual é o significado do termo Alopecia Androgenética? Trata- se da calvície propriamente dita, a qual afeta tanto homens quanto mulheres. Hoje considerada a causa mais comum de perda progressiva decabelos no sexo feminino, geralmente ocorre em pessoas com predisposição genética (hereditária).

Apesar de ser uma condição benigna, as mulheres são as que mais sofrem com essa doença. Além de perder os cabelos, a vida como um todo sofre um impacto emocional importante, afetando negativamente a autoestima, vida pessoal e profissional. A incidência na população feminina pode ocorrer em qualquer idade, contudo sua prevalência tem ápice entre 20 e 50 anos de idade. A queda dos cabelos inicia com a substituição dos fios grossos por fios cada vez mais finos e menores (miniaturização), até a interrupção do crescimento, levando à rarefação dos pelos.

O padrão mais frequente de calvície feminina envolve uma perda difusa do fios, com raleamento mais visível no topo da cabeça (o local onde o cabelo é repartido vai se “alargando”, deixando cada vez mais à mostra o couro cabeludo). Outros inúmeros fatores constantemente “bombardeiam” a saúde capilar feminina, como: higiene inadequada do couro cabeludo, excesso de processos químicos, alimentação inadequada, dietas rigorosas, uso de hormônios subcutâneos, anabolizantes, estresse, entre outros. Os procedimentos realizados na terapia capilar são fundamentais para a melhora do quadro. Cada caso exige um tipo de abordagem, e cada paciente necessita um plano de tratamento personalizado.

Também podemos ajudar a:

• Combater a queda dos fios;
• Melhorar a haste capilar;
• Promover o fortalecimento dos fios (evitar a miniaturização);
• Combater a caspa;
• Combater a oleosidade;
• Promover e fortalecimento da cutícula;
• Diminuir a porosidade nos fios;
• Estimular o crescimento dos fios;
• Combater o prurido, causado por dermatites e psoríases.

É muito importante ficar atento! Sabendo de todos esses possíveis gatilhos para a queda capilar, a melhor opção é prevenir, e buscar auxílio de um especialista.

Ver perfil

Matéria Por

CARLA MORANTE

TERAPEUTA CAPILAR TRICOLOGISTA | Joinville

Deixar Comentário