Alimentação x Ansiedade

NUTRIÇÃO

Alimentação x Ansiedade

Ansiedade é um sentimento vago e desagradável de medo, apreensão, caracterizado por tensão ou desconforto derivado de antecipação de perigo, de algo desconhecido ou estranho. Com a tensão constante, não apenas o estado de nervos se altera, mas o peso corporal também. A explicação é que a ansiedade e o estresse a níveis altos, favorecem a produção de cortisol, um hormônio associado ao estresse e ao acúmulo de gordura abdominal. Alguns alimentos se mostram importantes auxiliares no tratamento da ansiedade, devido a estimulação da produção e liberação de neurotransmissores. Os três principais neurotransmissores ligados ao nosso estado de espírito são a serotonina, com ação sedativa e calmante, a dopamina e a noradrenalina, que resultam em energia e disposição. Estes estão totalmente relacionados à alimentação. A produção de serotonina depende da ingestão de alimentos ricos em triptofano, aminoácido precursor da serotonina, enquanto a dopamina e a noradrenalina são sintetizadas com o auxílio da tirosina. Porém, vitaminas do complexo B e alguns minerais também estão envolvidos na modulação do humor e ansiedade.

Alimentos que auxiliam no controle do estresse e ansiedade:

• Cereais integrais (aveia, quinoa, amaranto, arroz integral);
• Leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico, soja, amendoim);
• Oleaginosas (castanha de caju, nozes, avelã, amêndoas, castanha do Brasil);
• Frutas (Banana, goiaba, kiwi, morango, mamão);
• Chás com ação ansiolítica (camomila, passiflora, valeriana, centelha asiática);
• Outros alimentos como Ovos (principalmente a gema), cogumelos, brócolis, espinafre, também fazem parte do grupo de controle.

Outros responsáveis pelo controle da ansiedade são a prática de atividade física, e tratamentos alternativos como meditação e yoga. Além disso, é de extrema importância a redução do consumo de bebidas alcoólicas, alimentos industrializados, gordura saturada e carboidratos refinados (farinhas brancas e açúcares), pois estes aumentam a inflamação e os níveis de cortisol podendo atrapalhar na absorção de vitaminas e minerais. É bom que se diga, porém, que não existem alimentos milagrosos, capazes de alterar, por si só, nosso estado de espírito. O indicado é apostar em um equilíbrio de nutrientes e adotar um plano nutricional apropriado com um profissional capacitado.

Ver perfil

Matéria Por

MIRTES PETTER

Nutricionista

CRN10 - 6694P | Jaraguá do Sul

Deixar Comentário