LENTES DE CONTATO ESCLERAIS

Um benefício que muitos não conhecem.

Você tem ceratocone, cicatrizes ou irregularidades corneanas, cirurgias de transplante de córnea ou ceratotomia radial com baixa visão e não conhece as lentes de contato esclerais? Não se preocupe... isso é muito comum! Você precisa conhecer essa nova possibilidade de melhoria de sua visão e de sua qualidade de vida. Vamos entender um pouco o conceito dessa questão.

A córnea é a primeira camada do olho, aquela porção transparente e com uma curvatura bem simétrica na frente do olho. É por ela que os raios de luz passam primeiro antes de atingirem outras estruturas internas e formarem a imagem que enxergamos. Ela precisa ser transparente e com medidas simétricas, justamente para poder receber as imagens do mundo externo e não interferir na formação destas dentro do olho.

Ocorre que, em algumas situações, a córnea se encontra com assimetrias, irregularidades ou até mesmo opacidades. Essas situações podem estar ligadas a doenças genéticas, como é caso do ceratocone ou degeneração marginal pelúcida avançados; a traumas oculares com perfurações, causando cicatrizes irregulares; a opacidades do tecido causadas por doenças como úlceras bacterianas ou por herpes e também podem estar ligadas a cirurgias corneanas prévias, onde o resultado não foi o desejado, como transplantes de córnea ou ceratotomia radial (que era a maneira antiga de se realizar a cirurgia de miopia com cortes de bisturi).

Nessas condições, o oftalmologista não consegue prescrever um óculos que ofereça boa visão ao paciente. As cirurgias disponíveis, muitas vezes, também não oferecem um resultado satisfatório. O uso de lentes convencionais, muitas vezes é desestimulante para o paciente, pois causam desconforto ou dor e a visão pode não atingir níveis adequados.

Disponível no Brasil há poucos anos, a lente de contato escleral surpreende porque, apesar de seu tamanho aparentemente exagerado, não causa desconforto e é fácil para se adaptar. Isso ocorre porque a lente se apoia na esclera, o branco do olho, e não na córnea. Sendo assim, existe uma fina camada de lágrima entre a lente e a córnea, protegendo esta do contato e, ao mesmo tempo, mantendo-a hidratada.

A possibilidade de melhoria na visão é muito grande, porque mesmo grandes irregularidades podem ser tratadas com essas lentes. Isso proporciona uma verdadeira mudança de vida aos pacientes e com um conforto excepcional. Quando há uma boa adaptação do paciente à lente, automaticamente se afasta a necessidade do transplante de córnea.

As lentes de contato esclerais só são adaptadas em clínicas especializadas em córnea. Existe a necessidade de realização da avaliação oftalmológica pelo médico e a indicação dos parâmetros de curvatura e tamanho das lentes para uma adequada adaptação e orientação da possibilidade e tempo de uso.

As lentes também estão bastante indicadas nos casos de olho seco patológico, quando o paciente não produz lágrima adequadamente, pois proporcionam mais conforto no dia a dia do paciente, diminuindo a necessidade do uso de lágrimas artificiais.

Realmente, esta é uma ferramenta relativamente nova que revoluciona a maneira de tratar alguns casos específicos. Se é o seu caso, não perca a oportunidade de se beneficiar desta tecnologia!

Ver perfil

Matéria Por

Fabrício Teno Castilho Braga

Oftalmologia

CRM/SP 84036 | RQE: 44614 | Araçatuba

Deixar Comentário

Outras MATÉRIAS