Oxigenoterapia Hiperbárica para Tratamento de Feridas

INFECTOLOGIA

Oxigenoterapia Hiperbárica para Tratamento de Feridas

Técnica Indicada para Tratamento de Complicações do Diabetes.

O que é oxigenoterapia hiperbárica?

Oxigenoterapia Hiperbárica é uma modalidade terapêutica na qual o paciente respira oxigênio puro (100%), enquanto é submetido a uma pressão 2 a 3 vezes a pressão atmosférica ao nível do mar, no interior de uma câmara hiperbárica. Feridas de difícil cicatrização (como, nas nádegas de pessoas acamadas por um longo período e nos pés de diabéticos); infecções graves com destruição muscular, de pele, ou gordura subcutânea; lesões de bexiga, intestinos, ossos e cérebro, causadas tardiamente por radioterapia; esmagamentos e amputações traumático; infecção crônica dos ossos; procedimentos de cirurgia plástica reparadora, quando se recobre uma ferida com pele ou músculos retirados de outra parte do corpo do próprio paciente, com risco de insucesso; presença de bolhas de ar na corrente sanguínea (“embolia gasosa arterial”), complicação passível de ocorrer após a realização de alguns procedimentos médicos; queimaduras extensas; coleção de pus ou ar no cérebro, causados, respectivamente, por processo infeccioso e trauma.

Ver perfil

Matéria Por

Rodolfo Cesar Visoni Poliseli

Infectologia

CRM/PR 20187 | RQE 14826 | Campo Mourão

Deixar Comentário