Próteses oculares quais as suas indicações?

ESPECIAL CAPA

Próteses oculares quais as suas indicações?

Importante ressaltar que as próteses oculares não restabelecem a visão do paciente, porém devolvem a autoestima e a estética tão desejada aos pacientes que tiveram seus olhos removidos cirurgicamente, pois a ausência do globo ocular ou seu tamanho reduzido acarretam atrofia da pálpebra, levando a ptose palpebral (queda da pálpebra), ressaltando ainda mais a diferença na face. As próteses oculares são confeccionadas em resina acrílica, e pintadas à mão de acordo com o aspecto do olho saudável do paciente, e muitas vezes se encaixam sobre um implante ocular, que é um dispositivo separado, de forma arredondada, cirurgicamente incorporado na cavidade ocular.

A cirurgia pode ser realizada sobre anestesia local, combinada ou não com sedação anestésica ou anestesia geral, e apresenta segurança e conforto ao paciente, sem riscos ao olho contralateral. As Próteses Oculares são indicadas para o tratamento de doenças oculares as quais cursam com a remoção parcial ou total do conteúdo do olho, procedimentos denominamos evisceração e enucleação respectivamente, como para o tratamento de tumores, glaucoma, trauma ocular, infecções oculares com perfuração ocular, como também para o tratamento de olhos dolorosos crônicos. 

A adaptação de Próteses Oculares apresenta como benefícios estabelecer o volume orbitário, preservar a anatomia das pálpebras, restituir o aspecto estético e principalmente devolver a autoestima aos pacientes, por isso são tão importantes para a aceitação pessoal e social do indivíduo, e no caso de crianças a ausência da mesma pode afetar inclusive seu desenvolvimento ocular e psicológico, pois a perda de um olho afeta o cotidiano, a anatomia da face, e interfere diretamente na qualidade de vida dos pacientes.

Ver perfil

Matéria Por

Daniela Monteiro de Barros

Oftalmologia

CRM: 109.939 RQE Nº: 50141 | Barretos

Deixar Comentário