Transplante de barba como é realizado?

CIRURGIA

Transplante de barba como é realizado?

Uma condição enfrentada por muitos homens é a insuficiência de barba ou a falta dela. Hoje, porém, é possível resolver a questão com transplante, semelhante ao capilar. 

Como surgiu o transplante de barba?

O transplante de barba é um dos resultados da evolução do implante capilar que surgiu na década de 80 como uma solução para a calvície. Com o passar do tempo e o aprimoramento da técnica, tornou-se possível realizar o procedimento em outras áreas do corpo, como o rosto. Hoje, o transplante de barba é o segundo tipo de implante mais procurado por homens. Por isso, com este texto, você vai entender como funciona a cirurgia, suas indicações e principais vantagens.

A cirurgia?

Existem algumas técnicas de transplante de barba realizadas no Brasil. A primeira, mais utilizada por ser moderna e segura, é conhecida como técnica sem cicatriz linear ou FUE (Follicular Unit Extraction) e consiste na extração de folículos da área doadora que serão transplantados para outra região. Essa técnica é pouco invasiva pois não é necessário realizar um corte na área doadora, apenas pequenos orifícios de onde são extraídas as unidades foliculares. Também é possível utilizar o FUE robótico para fazer as perfurações no couro cabeludo e escolher os melhores locais para extração dos pelos. Porém os custos aumentam quando se fala em transplante robótico. Outro tipo de implante é o FUT (Follicular Unit Transplantation), o mais invasivo, que se caracteriza por retirar a área doadora com bisturi (o que deixa uma cicatriz) para transplantar para a área receptora. Os fios que serão implantados podem ser retirados da nuca (caso o paciente não possua nenhum pelo facial) ou da área inferior do queixo (se a barba apenas possuir falhas). Dependendo da quantidade de fios a serem implantados, podem ser necessárias duas sessões, especialmente para aqueles que não têm pelos no rosto.

Recuperação do paciente?

Após os primeiros 30 dias, não se assuste se os pelos começarem a cair, pois isso faz parte do processo. Depois que os fios caírem, outros crescerão e estarão fixados definitivamente no rosto. O paciente deve evitar a exposição solar no primeiro mês após a cirurgia.

Quem pode fazer o transplante de barba?

O transplante de barba pode ser feito em todos os homens, mesmo os que nunca tiveram um fio de barba durante toda a vida. Contudo, como no implante capilar, só é possível realizar o procedimento naqueles que possuem uma boa área doadora de pelos. Já no caso de correções devido à falhas na barba não é necessário que a área doadora apresente abundante densidade. Além disso, pacientes com histórico de má cicatrização, quelóide, alergias e outras complicações, devem consultar um dermatologista antes de optar pelo implante.

Vantagens do transplante de barba?

A principal vantagem do transplante de barba é a sua eficiência, pois garante uma barba bonita e com aspecto natural. Após o crescimento dos fios implantados, o homem estará livre para usar a barba como quiser, inclusive para raspar com lâmina. A técnica pode ser utilizada também para a implantação de bigode. Você não precisa se preocupar com dores ou desconforto durante a cirurgia. O procedimento é praticamente indolor, já que o paciente é anestesiado e sedado. No pós-operatório podem ser utilizados medicamentos analgésicos para aliviar qualquer incômodo.

Matéria Por

Gustavo Sartorato

Médico

CRM/SC 12506 | Florianópolis

Deixar Comentário