O Ácido da Beleza

DERMATOLOGIA

O Ácido da Beleza

Em busca de uma aparência mais saudável, jovial e descansada, a procura por procedimentos estéticos aumentam a passos largos a cada ano. Novas técnicas e tecnologias surgem a todo instante a fim de associar resultados naturais com menor risco e tempo de recuperação”. Dentre os procedimentos considerados minimamente invasivos, o preenchimento é um dos mais procurados e indicados atualmente.

E a substância mais utilizada para tal fim, com baixa probabilidade de causar alergias e outros eventos adversos e de comprovada eficácia clínica, é o ÁCIDO HIALURÔNICO. Mas, todo ácido hialurônico é igual? A resposta é não. As principais diferenças entre as marcas de preenchedores disponíveis no mercado são: a pureza da matéria-prima, a sua concentração, a capacidade de volumização, a resistência à degradação, e a presença e o grau de reticulação do produto, chamado Crosslink, que está relacionado com a quantidade de ligações químicas existentes entre as moléculas do ácido, fato este que aumenta a durabilidade do produto.

Esta substância não é definitiva, ela será degradada e absorvida pelo nosso organismo naturalmente, tendo uma duração estimada que varia de 9 a 18 meses. Recentemente uma nova era no tratamento do rejuvenescimento teve início com a introdução de técnicas de lifting facial não cirúrgico, que consiste na aplicação do ácido hialurônico em pontos específicos da face que possibilitam a sustentação, tratando dessa forma a causa e não somente a consequência. A seleção do melhor ácido hialurônico pelo médico que realizará a técnica deve levar em consideração vários fatores para um resultado natural.

O primeiro passo a ser avaliado é a correta indicação, as condições de hidratação e flacidez da pele e a área a ser preenchida. Além disso, outros fatores devem ser considerados como a existência de outro preenchedor no local, hábitos como tabagismo e dietas muito restritivas, que podem interferir na durabilidade e no resultado final. A quantidade de ácido hialurônico será determinada pelo médico de forma individualizada, após minuciosa avaliação facial. Enfim, para o resultado esperado, é preciso uma técnica correta, indicação precisa e escolha do produto adequado pelo médico dermatologista ou cirurgião plástico, rejuvenescendo de forma natural e segura.

Ver perfil

Matéria Por

Mariana Flessak

Dermatologia

CRM/SC 12389 | RQE 11825 | Balneário Camboriú

Deixar Comentário