Doenças Autoimunes

REUMATOLOGIA

Doenças Autoimunes

O nosso sistema imunológico atua nos protegendo de doenças e infecções. Ou seja, quando estamos com uma infecção, o corpo inicia a produção de anticorpos, a fim de conter e combater o agente infeccioso o mais rápido possível. Esse processo é orquestrado de uma forma organizada e ágil, levando o indivíduo à cura. Na doença autoimune ocorre uma desregulação da imunidade, a qual começa agir contra células do nosso próprio corpo.

De uma forma didática, é como se no meio de uma guerra os soldados começassem a atirar contra seus aliados e não contra os adversários. Essa “agressão” pelo sistema imune pode ocorrer contra qualquer estrutura do nosso corpo, levando a uma grande variedade de doenças, como, por exemplo, distúrbios da tireoide (hipotireodismo), pele (psoríase, dermatites), intestino (doença de Crohn, retocolite ulcerativa), entre outras. No campo da Reumatologia existem inúmeras patologias que se enquadram na família das doenças autoimunes.

As patologias mais conhecidas e mais prevalentes são:

• Artrite Reumatoide: cursa com inflamação das articulações do corpo, denominada artrite, podendo atingir qualquer junta do corpo;

• Espondiloartrites: trata-se de um grupo de doenças que acometem a coluna vertebral e as articulações. As patologias mais comuns são a Espondilite Anquilosante e a Artrite Psoriásica (reumatismo associado à psoríase);

• Lúpus Eritematoso Sistêmico: trata- se de uma desordem do sistema imunológico que pode levar ao acometimento de qualquer órgão do corpo. Os mais acometidos são a pele (fotossensibilidade, lesões cutâneas, lesão típica no rosto conhecida como “asa de borboleta”), articulações (dores articulares, artrites), sangue (anemia, queda da imunidade e plaquetas) e rins;

• Síndrome de Sjögren: inflamação das glândulas salivares e lacrimais, reduzindo a produção de saliva e lágrima. Clinicamente manifesta-se com olho seco e boca seca;

• Polimiosite e Dermatomiosite: comprometimento do sistema muscular e cutâneo, levando à fraqueza muscular progressiva (principalmente em ombros e quadris) e lesões de pele características;

• Vasculites: inflamação dos vasos pode levar a inúmeras manifestações. A mais clássica é a púrpura.

O diagnóstico e tratamento precoce das doenças é de suma importância para prevenir possíveis complicações. Nas doenças reumatológicas, o tratamento é baseado em medicações que reduzem/regulam a imunidade, para evitar a inflamação causada pelo sistema imunológico. No mundo inteiro tem crescido significativamente o número de pesquisas e descobertas de novos protocolos terapêuticos nessa área. O acompanhamento com o reumatologista é fundamental nesses casos, para que seja adotado o tratamento adequado.

Matéria Por

Eduardo Knop

Reumatologia

CRM/SC 20532 | RQE 11867 | Balneário Camboriú

Deixar Comentário