Lesões Meniscais do Joelho

ORTOPEDIA

Lesões Meniscais do Joelho

São muito comuns e representam a principal causa de cirurgia por videoartroscopia em todo o mundo.

O que são os Meniscos?

O menisco medial e lateral são estruturas fibrocartilaginosas no interior do joelho que atuam na estabilização, absorção de impacto e distribuição de cargas na articulação, além de ajudar na lubrificação e nutrição da cartilagem. A principal função deles é a de distribuir a carga que passa na articulação. Ou seja, funcionam como “amortecedores”, protegendo a cartilagem do joelho. Uma lesão nos meniscos prejudica essa proteção e expõe a cartilagem ao desgaste, facilitando o processo de artrose.

Quais as causas e quem está sob maior risco?

As lesões podem ser traumáticas ou degenerativas. Nas lesões traumáticas, o grupo mais propenso são os praticantes de atividade física. Nos desportistas, são relacionadas a entorses ou outros movimentos bruscos e não habituais do joelho. Já nas lesões degenerativas, causadas pelo desgaste natural e perda das propriedades elásticas dos meniscos, elas ocorrem em indivíduos de mais idade e, algumas vezes, relacionadas à obesidade.

Quais os sintomas?

O principal sintoma é a dor, que normalmente se localiza nas laterais do joelho (interna ou externa, dependendo do menisco lesionado), ainda pode ocorrer o derrame articular, popularmente conhecido como “água no joelho” e alguns tipos de lesões podem gerar também limitações de movimento ou até episódios de travamento da articulação.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é realizado através das queixas do paciente e de um exame físico detalhado que apontam para suspeita da lesão. A suspeita clínica deve ser confirmada por imagens e, normalmente, são solicitados exames complementares como a ressonância magnética que auxilia não só na identificação do local e tipo da lesão, como também de possíveis lesões associadas.

Como é realizado o tratamento?

O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico. Nos casos que não necessitam de operação, são adotadas medidas com medicações anti-inflamatórias e analgésicas, reabilitação e modificação das atividades. Nos casos onde o tratamento conservador não obteve sucesso, as lesões podem ser tratadas cirurgicamente com videoartroscopia, a ressecção ou reparo das lesões, depende do tipo de lesão, localização e tempo decorrido. Optamos ao máximo pela preservação meniscal e lançamos mão de diversas técnicas de sutura para manter esta estrutura fundamental para o joelho. Mais recentemente, o transplante meniscal passou a ser uma opção de tratamento em alguns centros do mundo. Converse com um cirurgião de Joelho e entenda melhor sobre as vantagens e desvantagens de cada tratamento.

Ver perfil

Matéria Por

Mauricio Martins Perina

Ortopedia e Traumatologia

CRM/SP: 139382 | Araçatuba

Deixar Comentário