A mulher cansada

MEDICINA

A mulher cansada

Vejo diariamente mulheres que se queixam de indisposição, cansadas, sem ânimo, tristes e se queixam de falta desejo sexual e libido péssimo, queixam-se que não conseguem perder peso e que o desejo por doce se torna, muitas vezes, sem controle, dormindo mal e usam medicamentos para dormir, muitas usam antidepressivos e, algumas, relatam ter fibromialgia. Muitas vezes, pode ser um quadro de Fadiga Adrenal, onde a glândula suprarrenal comanda a secreção de vários hormônios esteroides, onde o cortisol é o mais importante e, com o estresse crônico, ocorre um desequilíbrio, provocando um impacto muito negativo na qualidade de vida e, consequentemente, aumenta a velocidade de envelhecimento.

É uma das doenças que mais afeta a qualidade de vida atualmente e muito tem se estudado e discutido na nutrologia em congressos e artigos para que seja diagnosticado o quanto antes essa patologia. O diagnóstico feito o quanto antes por médico, avaliação clínica e laboratorial e iniciado o tratamento adequadamente, o resultado é muito gratificante e a mulher volta a ter vida, e ser feliz. Esta paciente precisa ser ouvida e tratada com CARINHO, pois está sofrendo e, muitas vezes, ninguém entende o que ela está passando, e que, às vezes, nem mesmo ela sabe. São mulheres ativas, muitas, além de trabalhar fora de casa, têm toda responsabilidade de esposa e mãe e, com isso, vai buscando força mesmo onde não tem. ”Não desista de você, procure ajuda”

Alguns Sinais e Sintomas que podem acompanhar:

• Acorda cansada;
• Necessita de café ou
estimulantes para começar
seu dia;
• Dores pelo corpo;
• Desejo por doce e alimentos com alta proteína, como carne e massas;
• Irritabilidade e aumento de sintomas da TPM;
• Ganha peso fácil e é difícil perdê-lo, principalmente na cintura;
• Perde o desejo sexual e libido;
• Muitas vezes, não se sente bonita.

Ver perfil

Matéria Por

André Reis

Médico

CRM: 58677 | São José do Rio Preto

Deixar Comentário