VARIZES X LASER A TECNOLOGIA A SEU FAVOR

ESPECIAL CAPA

VARIZES X LASER A TECNOLOGIA A SEU FAVOR

O Laser é cada vez mais utilizado para o tratamento das varizes e varicoses (vasinhos), mas ainda muita gente tem dúvidas de sua efetividade, segurança e resultados. Faremos aqui uma revisão geral sobre o assunto, para talvez tirar algumas destas dúvidas. O Laser pode ser usado para tratar quase todos os tipos de varizes, desde o tratamento de vasinhos muito pequenos até para o tratamento da veia safena. Para cada caso, temos diferentes técnicas e diferentes tipos de aparelhos de laser que podem ser utilizados.

Laser? O que é?

Laser é uma luz, de única cor e única direção. Temos vários tipos de laser, que dependendo da cor da luz (comprimento de onda), pode ser utilizado em vários campos da medicina. No caso da Cirurgia vascular, temos aqueles que são absorvidos pela hemoglobina, pigmento avermelhado que dá cor ao sangue, sendo os mais utilizados o de 980 e 1064 nanômetros (comprimento da onda) e os que são absorvidos pela água, o mais utilizado, seria o 1470 nanômetros. Qual a importância disso? É que, para cada tratamento, teremos um Laser mais indicado, interferindo diretamente nos resultados. Assim, somente um especialista, pode identificar as melhores opções. Para varicoses, o objetivo é danificar o vaso através da hemoglobina, já para a veia safena ou veias calibrosas, procuramos atingir a parede da veia, através da água que compõem a mesma. Quando a luz é absorvida, ela gera calor que danifica o vaso, produzindo o fechamento do mesmo, este posteriormente, será absorvido pelo nosso organismo.

Laser para tratamento de Varicoses e microvarizes

Para o tratamento de varicoses e veias reticulares utilizamos o laser transdérmico. Esse tipo de laser pode ser realizado no consultório, não sendo necessário uso de agulhas ou anestesia, a luz atravessa todas as camadas da pele até atingir o vaso, por isso o tipo de pele influência no resultado, assim como o tipo de vaso e a regulagem do aparelho, sendo importante a experiência do profissional na avaliação e no tratamento. Temos hoje uma técnica de utilização de laser e escleroterapia simultâneos, que pode reduzir a necessidade de algumas cirurgias, chamada ClaCs.

Laser para tratamento de varizes

Quando veias mais calibrosas e as veias safenas, internas ou externas estão comprometidas (suas válvulas não funcionam adequadamente) podemos lançar mão desta técnica, que através de punção com agulha da veia a ser tratada, utilizando aparelho de Ecografia Vascular, introduzimos uma fibra óptica que ligada a um aparelho emissor de Laser produz a cauterização da veia e fechamento da mesma, muitas vezes sem necessidade de incisões. Portanto a veia não é retirada, com o tempo o organismo absorve e elimina a veia.

Laser X Escleroterapia, quem ganha?

Nenhum estudo até hoje mostrou superioridade do laser com relação à escleroterapia. Sendo assim, podemos escolher o método que for mais cômodo. Geralmente, o laser é mais indicado em pessoas que tenham medo de agulha, vasinhos da face ou que possuam veias muito finas. Também devemos considerar o tipo de pele, as bronzeadas, morenas, devemos ter cuidados adicionais. Nos outros casos, podemos escolher um ou outro sem prejuízo ao tratamento.

Cirurgia a Laser (Endolaser) X Cirurgia convencional (Safenectomia)

Em Consensos, da Sociedade Européia e Americana de Cirurgia Vascular temos recomendações para escolha do endolaser para o tratamento da veia safena, por apresentar menor número de complicações e por apresentar menor tempo de recuperação, para volta ao trabalho, atividade física e volta a rotina normal de vida. O resultado das duas técnicas, cirurgia convencional e endolaser são semelhantes no que diz respeito a chance de voltar a apresentar varizes (recidiva) e na eliminação das veias doentes. No último consenso da sociedade americana de cirurgia vascular, o tratamento da insuficiência de veia safena com cirurgia a laser foi considerado seguro, efetivo sendo recomendado que seja este o tratamento de escolha, ao invés da cirurgia convencional (safenectomia).

Ver perfil

Matéria Por

Alexandre Lanfranchi Junior

Cirurgia Vascular

CRM/PR: 14542 RQE: 9397 | Arapongas

Deixar Comentário

Outras matérias desse profissional